Quem sou eu

Minha foto
...uma criatura magrela e um ser que deixa a desejar no quesito beleza; ao me ver tenho certeza que não darias nada por mim, mas ao levar um papo tenho certeza que pelo menos um dinheiro pro café,você vai dar !

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Precoce

Agora é assim,uma simples ladeira já cansa,a caminhada por 3 quarteirões é uma maratona,o corpo magro quase não se sustenta,bom,isto não mudou muito.
As rugas vão se fixando e a pele vai ficando fina,frágil.O raciocínio não é mais rápido e o que dirá da memória,são tantas lembranças a dar conta,e tantas que se perderam junto à juventude e inocência.
Os ossos doem,as dores de cabeça são também cada vez mais constantes,os remédios não curam as dores que lhe deixaram seus amores,o olhar permanece morno com a visão falha,e assim,só tem olhos para a lua,suas idéias não são para esta época,o cabelo vai indo embora pelo caminho deixando entradas pela testa,e pensar que são só dezoito anos.


Allan Bonfim.

10 comentários:

  1. A galera agradece a sua visita em nosso blog.

    Continue lendo nossos post´s e nos ajude a divulgar....em breve teremos uma surpresa para os nossos leitores....aguarde.

    Seguindo...

    ResponderExcluir
  2. A juventude é uma coisa que passa tão rápido não é mesmo?
    Eu aos quinze já tenho problema de junta .-. (junta tudo e joga fora) -q

    bjus =*

    ResponderExcluir
  3. e o mais estranho é que há alguns que sentem que esse é o grande X da questão desde sempre,como você.
    Lá do seu perfil: "é desde que se nasce que se começa a morrer". Pois é, e também do seu perfil, que por acaso está no meu perfil: o que queremos? "respirar", porque, afinal, é só disso que se trata: lentamente, mas sempre: respirar.
    AMEI o seu texto. E não foi por acaso, nada é por acaso, que li seu post exatamente hoje, quando resolvi tentar (e só tentar e aos poucos indo, até quando?) começar a escrever de novo. A juventude vai indo mesmo. É aos poucos que se chega ao nada... (rs). Porque o que é o tudo? É a insistência diária de se saber que a matéria não é nadinha, mesmo. E que a juventude faz parte exatamente dessa matéria que nada é senão algo que só vai indo pelo ralo, pela testa, como os caminhos sugeridos em seu post.

    Você me desculpa pela ausência? Tive uns problemas que precisei cuidar para ficar bem. Sumi de tudo por uns meses, o que foi imprescindível pra armazenar energia e ficar bem de saúde pra retomar tudo, porque há que se ter as rédeas da vida em nossas mãos, sob pena de não conseguir acordar mais.

    Vou visitá-lo mais vezes. Se puder, dá uma olhada no meu novo link onde estou publicando uma peça 'paraomeubem.blogspot.com".
    beijos
    Cynthia

    ResponderExcluir
  4. 18 anos de idade, e 80 de experiencia ...

    ResponderExcluir
  5. O envelhecimento precoce muitas vezes é causado por grandes responsabilidades em certos momentos da vida (18anos) não sei se seria necessário para essa idade.Um exemplo. Um fardo pesado se fosse casar nessa idade.
    Tem muito que aproveitar da vida antes de tomar grande responsabilidade. (se é que me entender)E tb tem os fatores genéticos que vem ao caso.

    Enfim, todos envelheceremos cedo ou tarde, não tem como correr.

    Bom fim de semana pra você Allan.

    ResponderExcluir
  6. "Os ossos doem,as dores de cabeça são também cada vez mais constantes,os remédios não curam as dores que lhe deixaram seus amores,o olhar permanece morno com a visão falha,e assim,só tem olhos para a lua..."
    Não precisa velhice para acabar com um jovem, basta um amor não correspondido. Suficiente para lhe causar dores, e desligar-se do mundo.
    Basta uma lua no céu, ou a lua que tanto ama passar em sua frente, e logo esquecerá de si. Sendo capaz de ficar ali, por um bom tempo.

    Viver, é estar morrendo. E amar outro, é esquecer de amar-se.

    Li outros textos, e gostei do teu blog.
    Visite-me.
    Um beijo. =*

    ResponderExcluir
  7. perdão pela expressão mórbida, mas a certeza da vida é que um dia a gente morre kk'
    brincadeirinhas idiotas a parte, a idade chega, mas chega a experiência, chega o saber, chega a graça de viver sabia? Olha só quem fala! Míseros 15 anos e eu me sinto uma velha haha'
    Obg pela visita!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não estamos na época certa. Nossa época parecia ser mais fácil, menos complicada, talvez menos dolorida. Mas jamais seremos de época alguma, porque o tempo passa. As coisas vão ficando piores, as pessoas vão piorando e elas nunca poderão ser como éramos. E pensar que temos apenas dezoito anos. rs Eu odeio essa época, sério. Os adolescentes são tão fúteis, se importam com tanta coisa e se esquecem do que eles tem mais de valioso, que é a vida.
    Esse texto me fez pensar bastante. Gostei.

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Eu queria ter vivido na época do romantismo, acho que naquela época o amor entre os jovens era mais verdadeiro.Os jovens eram mais sérios com a vida.
    Está certo que devemos nos divertir(eu principalmente;p), mas o que alguns jovens esqueceram,é que a vida é curta, e essa juventude passa rápido.Então se lembrarmos de nos divertir, mas esquecermos de nos cuidar, pode ser que essa fase termine antes do previsto.Podemos evitar a velhice afinal!>>brincadeiraa!
    A velhice chega sim,mas podemos fazer com que ela seja tão boa quanto a juventude.É só dar mais valor a vida.
    Em fim, espero que tenha entendido.

    Obrigada por nos seguir no DG.
    A galera agradece!

    Bjos

    ResponderExcluir
  10. rsrs muito bom!
    às vezes, tenho essa sensação.
    aliás, depois de benjamin button, descobri-me: sou-o! rs

    sei como é isso. mas há 'cura'! ;)

    beijo

    ResponderExcluir