Quem sou eu

Minha foto
...uma criatura magrela e um ser que deixa a desejar no quesito beleza; ao me ver tenho certeza que não darias nada por mim, mas ao levar um papo tenho certeza que pelo menos um dinheiro pro café,você vai dar !

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Mariana

Sexta-feira,5 de Novembro,eu me levanto,tomo banho e saio pro trabalho,trânsito até que tá tranquilo,não ligo pois eu sempre tô 30 minutos em cima do horário normal.Chego ao prédio e vejo Rosana,da recepção,fofocando como sempre,digo um "bom dia" e entro no elevador.
Ao chegar no meu andar vejo que ainda é cedo pois metade dos funcionários ainda não estão.Me recolho então à minha sala e lá fico por uns trinta minutos até começar a ouvir o "bla,blá,blá" e o "tititi" do lado de fora.É sempre a mesma coisa,chega o Pacheco falando mau do Renato que não gosta da Dona Cida que apóia o Pacheco e dá mole pro João que é caído por Sílvia que odeia o Pacheco e reclama com o Renato.Tudo igual,e eu lá no computador vendo as estatísticas de vendas,espero mais uma hora,observo o relógio e vejo que,o que eu já previa,poderia se cumprir,ela não vem,saio da minha sala,dou uma volta pelos corredores,digo "olá" ao Pacheco e peço a Sílvia que me mande algumas notas fiscais,volto a minha sala para pegar alguns papéis e dar início a reunião que tratará da nomeação dos cargos de sub-gerência,gerência e diretoria.Deixo algumas folhas caírem do envelope,junto com as demais,uma lista me chama a atenção,é a lista de possíveis nomes e critérios que ela me fornecera,lembro que passamos uma noite acrescentando e eliminando nomes,a folha ainda tem o seu perfume,de repente escuto alguém batendo à minha porta,com uma batida característica,sim,é ela.
Ao me levantar despreparado,quase caio,ela está linda,soltou o cabelo,escolheu um tom mais escuro de batom,usa uma blusa com decote em "V" junto com um colete e uma saia que termina antes dos belos joelhos,se equilibra com destreza em um sapato de um alto salto,tudo em tom meio avermelhado.Tem na face um ar altivo como nunca vi antes,me golpeia com um frio "bom dia,Sr. Santiago" e me pergunta sobre a reunião,com uma objetividade que me incomoda.

Logo depois de saber que a reunião já vai começar,se vira,e lá vai ela pelos corredores levando olhares,desejos sórdidos,gemidos retumbantes e todo o meu coração até a sala de reuniões.Logo a reunião começa respeitando os padrões de pontualidade da empresa e de Mariana,todos os "cabeças" da empresa estão presentes,sento em minha cadeira,a da cabeceira,e observo Mariana executar o discurso de introdução à reunião,estão todos quietos e voltados para lá como hienas olhando um suculento pedaço de carne,ninguém dá um "pio" durante a reunião,ela sabe chamar para si a atenção e mantê-la por quanto tempo for preciso.
Ao serem anunciados os nomes das Sub-gerências,gerências e diretorias todos riem e aplaudem Mariana pouco se importando com quem vai ou quem fica,como se naquele momento existisse apenas ela,não se importa o Renato de receber ordens de Dona Cida,não se importa o João de ficar longe de Sílvia,pois ela está lá,falando decidida,sorrindo,é a conciliação perfeita,chego até a pensar que se Mariana estivesse à frente dos projetos de paz da ONU,todas as guerras e conflitos já teriam sido resolvidos.Na verdade,acho que eles só pensarão nos nomes daqui há uma hora,quando o decote,a saia,e as pernas de Mariana já terão dado um tempo em sua cabeça,quando não mais se poderá fazer objeções ou mudanças,ela é o golpe perfeito.
A reunião acaba e como sempre,após ser ovacionada por toda a sala,Mariana aguarda à porta e cumprimenta a todos da fila que se forma para tocar a musa da empresa,eu aguardo o último obcecado sair e a chamo em minha sala,ela sorri e me acompanha,lhe entrego os papéis de exoneração e os de posse.
- Então,por hoje é só,Ricardo.
- Sim,por hoje é só.
Caminhamos juntos até o elevador e nos encontramos com Dona Cida que também espera.Descemos pelo elevador calados,como dois estranhos que nunca se viram antes e,ao chegar no térreo,nos despedimos de Dona Cida e vamos em direção a portaria,já fora do prédio,se encontra parado o táxi que chamei,eu estendo minha mão,ela pega e me olha,nós dois apertamos com firmeza.
- Bom fim de semana Srtª. Calábria.
- Um ótimo fim de semana para todos nós,Sr. Santiago.
Um jovem rapaz acena para ela que,ao vê-lo solta rapidamente a minha mão,deve ser algum namorado.Eu entro no táxi e ainda vejo o abraço e o beijo com os quais sempre sonhei,eles se viram e dão-se os braços.

O que não sabe o tal rapaz é que vai de braços dados com o sonho de muita gente e o meu mais puro amor.
- Até segunda,querida Mari.

Allan Bonfim.

12 comentários:

  1. Nem tudo é o que nós esperamos que sejam.
    Belo texto.

    bjus =*

    ResponderExcluir
  2. Já tinha saudades de ler as tuas histórias. brilhante esta, para não variar!

    ResponderExcluir
  3. ai cara, que lindo *-*
    tava com muita saudade de você sabia? Não suma! rsrs'
    Obg por passar no meu blog ^^
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. aah o amor,o que seria da gente sem o amor?simplesmente nada!
    Os amores não-correspondidos são os que duram mais rs' mas todos nós tivemos um.
    Pena que a Mariana não sabe do amor dele,assim pelo menos ele teria uma chance.
    belo texto Allan,adoro ler aqui ouvindo Los hermanos.
    Tenha uma boa semana

    ResponderExcluir
  5. Uau, quer que eu diga mais o quê? rs
    Que saudade de texto seu, e que vontade de escrever como voc~e...

    ResponderExcluir
  6. Descreveu-a de uma forma tão particular, lindo, adorei. E ela: linda.

    Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  7. oi ja estou te seguindo, conheça meu blog
    tem SORTEIO NO http://coisasdeladdy.blogspot.com/ participe, bjs♥

    ResponderExcluir
  8. Tudo isso é natural de quem tem esse nome, Allan... aheuaheuahe brincadeirinhaaaa.
    Mas adorei o post, como sempre (:

    ResponderExcluir
  9. Ah, que coisa mais linda. Doce. Apaixonante. De suspirar. rs
    Esse amor em silêncio, chega a ser bonito. Ainda mais descrito assim, tão minucioso. Adorei!

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  10. Nossa, adorei. Fiquei super encantada com suas palavras. Você escreve muito bem. É bom ter seus textos incríveis de volta. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Rapaz, tem mulheres que tira a gente do sério pela postura e beleza, faz a gente sonhar loooonge.
    Só em sonho ou trabalhando junto pra chegar perto desse avião que vc acabe de contar.hehehe


    Muito bom, gostei demais do seu texto.

    Seguindo vc amigo.

    Tenha um boa noite.

    ResponderExcluir