Quem sou eu

Minha foto
...uma criatura magrela e um ser que deixa a desejar no quesito beleza; ao me ver tenho certeza que não darias nada por mim, mas ao levar um papo tenho certeza que pelo menos um dinheiro pro café,você vai dar !

sábado, 17 de abril de 2010

Abril,esse tal de mês 4...

Abril,Abril,Abril...abriu pra mim,um mês de tantos outros significados,nem vi Páscoa,muito menos ressureição,disseram mentira na televisão,novidade?!
- Não !
Vi morte,vi chuva,perdi até um guarda-chuva,aquele não,aquele outro lá,me veio à cabeça Cuiabá.
A menina me deu uma chance,quero viver,quero morrer,quero aproveitar,se der no intervalo,me sujeito a amar.
E são só dezessete,o que virá aos vinte e sete?
Vai vir alguém voando e falando da paz mundial,vai ter gente rindo,até lá...
- Já é assunto banal...
Eu inventaria um partido,mas tô cansado,uma religião,mas tô descrente,um lema de vida,mas tô doente,e aí?!
- Alguém compra o meu show?
Tem gente aqui sóbria a três horas,e essa insônia não me deixa,me veio a cabeça ameixa.
Você pode escutar a música?
- Desculpa,é quase um vício,mais pra frente eu cuido disso.
Cuidado é a palavra,já faz um tempo,não bebo água...
São as águas de Março fechando o verão...Março?
- Não,as de Abril mesmo,que lavam,enxugam e matam o povão.
...abriu pra mim,um mês de tantos outros significados,nem vi Páscoa,muito menos ressureição,disseram mentira na televisão,novidade?!
- Não !
----------- pois é ----------
marcelo camelo.
pois é, não deu
deixa assim, como está, sereno
pois é de deus tudo aquilo que não se pode ver
e ao amanhã a gente não diz
e ao coração que teima em bater
-
avisa que é de se entregar o viver
avisa que é de se entregar o viver
-
pois é, até onde o destino não previu
sem mais, atrás vou até onde eu conseguir
-
deixa o amanhã e a gente sorri
que o coração já quer descansar
clareia a minha vida, amor, no olhar
clareia a minha vida, amor no olhar
Allan Bonfim.

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Por tanta lama que a gente limpa

Mais um dia comum na acalorada Cidade Maravilhosa (com letra maiúscula sim),os trabalhadores cansados se dirigiam aos pontos de ônibus,os trabalhadores cansados dirigiam seus carros as vias e avenidas em mais um fim de turno,os motoristas de ônibus (trabalhadores cansados) dirigiam seus enormes carros em direção aos pontos de ônibus em mais um horário de 'rush'.De repente,uma chuvinha pra alegrar os corações...
- Ah,tá aí,chuva era só o que faltava,agora a Rio Branco vai ficar o ó.
- Ih,gente olha a chuva aí,parece que ligaram a 'torneira'.
- Poxa motorista,tô há um 40 minutos aqui,isso é sacanagem de vocês.
- Senhora,a Presidente Vargas tá toda parada,inda não aprendi a voar não.
- OLHA O GUARDA-CHUVA,AQUI NA MINHA MÃO É MAIS BARATO,UM É 5R$,DOIS É 10R$,E TRÊS É PROMOÇÃO ESPECIAL HEIN...SÓ 15R$...OLHA O GUARDA-CHUVA,HEIN...
- Gente,que chuva é essa?
- Caiu o céu,dona !
- Sabe me dizer se já passou algum 'Campo Grande'?
- Não,passô não,eu também tô esperando,e tá demorando.
A chuva de fim de tarde,não era exatamente a chuva 'de fim de tarde',e em trinta minutos os cariocas iriam perceber...
- Nossa,safado,não podia desviar da poça não !!!
- FILHO DA PUTA,fez de sacanagem mesmo,numa dessa é que nego mata um.
- Ó,vô tratar de entrar na padaria,essa água tá subindo muito rápido.
- O quê??! tudo alagado?!!? nãão...
- É,essa chuva né brincadera não,vai enche por aí...
- Meu filho acabou de ligar e falou que o Aterro do Flamengo tá todo cheio.
- Mas ali é normal,sempre enche se chove muito...
- Aterro cheio é?!
- É,meu filho falou que a água tá na porta dos carros.
- Nossa,se continuar a chover assim,como vou chegar em casa?
- Mora onde você?
- São João De Meriti.
- É,dizem que lá enche muito...
- O quê,Caxias enche MUITO MAIS !!!
- Isso é.
E ia se constatar mais tarde um pouco,em um,dois e de repente sete desabamentos em Gramacho-Duque de Caxias,era morador se agarrando no que tinha,se agarrando numa vida inteira,se agarrando e se soltando da vida.
- BOOOOM !!!
- Edivaldo !!!
- O quê,mulher?!
- Tá entrando água pela parede..
- Agora não posso,tô isolando a porta.
- Tá rachando,Edivaldo,a casa vai cair.
- Que cair o quê?! não vai cair nada hoje não.
- Segura as criança e fica quieta aê.
- A gente vai morrer,mãe?!
- Não,vai ficar tudo bem,tudo bem...
....
- Zé,acho que a casa da Marineide tá despencando...
- Será?! meu jesus do céu !!!
- Vamos lá ajudar,Zé !!!
- Num dá pra sair agora não,o que a gente vai fazer lá?!
- Afinal,acho que eles já devem ter saído...
E mais mortes de famílias inteiras foram acontecendo,pela baixada,zona norte e sul,os serviços públicos de nada sabiam ainda.
- Aê Marcelo,tá tudo alagado,dá uma olhada nessas câmeras.
- Cacete,e agora?!
- Desvia o trânsito da AV2 pra AV5.
- É,seria simples se TODAS elas não estivessem cheias.
- Nossa,tá o caos isso,hein...
Caos era a palavra que mais se ouviria naquele 6 de abril de 2010,atípico seria a desculpa mais plausível e a única que deu tempo pra se pensar.
- Estamos aqui com um controlador de tráfego da CET-RIO.
- Controlador qual é a medida a se tomar em um momento como esse,em relação ao trânsito?
- Bem,não há medida alguma a se tomar nesse momento extremamente atípico,porque não há trânsito.
- Se a gente tira o motorista de uma via que se encontra interrompida,logo ela vai cair em outra.
- Cadê a municipal num momento desses?
- Ôh Marco,dá uma ligada pra guarda municipal aê !!!
- Alô,guarda municipal,bom dia.
- Olha,aqui é do controle de tráfego,porquê não tem ninguém na rua??
- Olha,primeiramente bom dia...
- BOM DIA?! VOCÊ ASSISTE TV,MEU AMIGO??!
- Você sabe qual é o horário de fim de turno na guarda?
- 18 hrs,e daí?!
- Exatamente,todo mundo já tinha sido liberado quando a chuva começou...
- Eu quero saber é porquê não tem ninguém na rua HOJE !!!
- Você assiste tv,meu amigo?!
- Como os guardas vão chegar com o caos que está?
- Olha eu não quero perguntas,eu quero solução.
- Até a tarde prevemos metade do efetivo já nas ruas...
- METADE SÓ?!
- Olha também não sou Deus,amigo.
- Tudo bem.
- Um bom dia pra você.
...
- Escuta,eu não posso abrir as escolas sem polícia na rua,não tem ninguém pra garantir nada.
- Então Cabral,você concorda comigo no fechamento das escolas imediatamente?!
- Claro que sim,já mandei o comunicado à imprensa,a Globo tá tão preocupada com as enchentes que nem deve ligar pra isso.
- Tudo bem,mas e quanto a lama?!
- A gente limpa.
- Ah,menos mau,porque tem turista na cidade...
- É,sempre tem.
- E o povo?! ...vai ter catástrofe,pode ter gente revoltada.
- Eduardo Paes,fica tranquilo,o que mais essa gente gosta além de mulher?
- Futebol.
- O jogo do fla eu realizo até essa o fim da semana...
- Mas amigo,hehehe,o maracanã tá um...
- A gente limpa,a gente limpa.


- Obrigado Governador,pelo esclarecimento.
E assim foi durante toda a terça,imprensa em cima das autoridades,autoridades em cima dos seus tapetes e sobrevoando o povo com suas explicações e soluções paliativas,sem esquecer,é claro,das acusações as gestões anteriores,garis nas ruas limpando a lama,ou apenas a movendo pra outro local,e coitada da classe média e alta,ah,como sofreram,não puderam sair pra sua corrida matinal na beira da lagoa,naquele dia,só se podia era nadar,mas se improvisou,houve quem pegou a prancha e a pickup e foi surfar na frente do Rebouças,os pobres,feliz são eles,ficaram onde sempre estão,em suas casas,rolando e morrendo na lama,sem ninguém pra lhes assistir,digo,com muita audiência,morte,tragédia,dá ibope,viu?!
E uma cidade sede de jogos Olímpicos,sede de Copa,despreparada não,suja,com as aspas que quiserem colocar...
inda ontem em niterói,Morro do Bumba,hahaha,contruíram em cima de um lixão,um pouco mais de sessenta casas (60,leia bem),sim foi ontem que fizeram todas elas,pois acredite,nenhuma autoridade sabia da existência daquele lixão,pois então não sabiam da existência da região,pois então ela não estava lá porque político NÃO MENTE.pois é,acontece que A CASA CAIU,quer dizer,as casas caíram,talvez duzentas pessoas estejam lá embaixo,se perguntando porque fede tanto aquela terra...


RESULTADO=192 mortos até agora e um estrago do CARALHO,mas não tem problema não,"a gente limpa,deixa a lama,a gente limpa"
----------------- é de lágrima --------------
Marcelo camelo.
é de lágrima que faço o mar pra navegar
vamo lá
eu não vi, não, final
sei que o daqui teimou de vir tenaz assim
feito passarim
é de mágica que eu dobro a vida em flor
assim
e ao senhor de iludir
manda avisar que esse daqui
tem muito mais amor pra dar
eu,paralisado abaixo do Cristo Redentor,pude dizer concerteza que,um dia,o Deus chorou


Allan bonfim.

domingo, 4 de abril de 2010

Me atento ao tempo lá fora,engraçado,não chove,não venta,noite calma.Eu me conformando com o fato de você não estar em nenhum lugar,amanhã é Páscoa,sabia?!
Uma vontade me bate de sair,blusa,calça,nada demais,ali,logo ali.Na praça é gente saindo e chegando,pra lá e pra cá,no ponto a senhora encontra seu filho,uma festa no outro lado da rua,vantagem pro vendedor de hot-dog que monta sua barraca,tudo parece normal,menos eu que,tentando concentrar no livro,me desconcentro com uma moça que passa lá na calçada,parece com você,tem teus cabelos e suas feições,ela me sorri,eu lembro,gol,gritam os meninos no campo de terra,uma felicidade simples,correndo atrás da bola,observo e parecem os novos 'Ronaldos' e 'Robinhos',com suas 'pedaladas' e seus 'chapéus' geniais,é o Brasil,lembra do cigarro que eu tinha largado?
Eu nunca entendi as luzes daquele hospital,mais parece a faixada de um museu,e essa coisa que não sai de mim,saudade,voltar pra casa e ao sair a tristeza me acompanha,no caminho,lugar bonito e tranquilo,bairro bom,chego em casa e aquela caixa,você nem gostava de chocolates,não é?
Um brinde a você,eu lembro,uma música pra ouvir...

------------------ SAPATO NOVO ------------------
marcelo camelo.
(...) - Bem, como vai você?,levo assim, calado
de lado do que sonhei um dia
como se a alegria recolhesse a mão
pra não me alcançar
poderia até pensar que foi tudo sonho
ponho meu sapato novo e vou passear
sozinho, como der, eu vou até a beira
besteira qualquer nem choro mais
só levo a saudade morena
e é tudo que vale a pena
Allan Bonfim.

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Luana./1ª,de Abril.

Luana
E eu que tanto lhe falei,tanto te cuidei,confesso,não o bastante,mas sempre teimosa e decidida,nem me escutou,não quero dar a ninguém lição de moral,não quero,só o que desejo é levantar a seguinte questão:
- Eu,como fico agora,pensou nisso?

Não sabia na manhã desse dia,na verdade,nem acordado estava,mas que grande peça me pregou o primeiro de Abril,isso não se faz não,e,por instantes fiquei eu,morto,aquele momento em que você fica sem reação,o mundo desaba e ninguém vê ou percebe,queria que alguém sentisse o que eu senti e ainda sinto,queria que você sentisse,que soubesse,que estivesse aqui pra eu gritar com você,mas não está.
Esperei o sonhado 2º,de Abril,ele me faria acordar e me livrar da mentira que o primeiro havia me contado,mas você foi a única que não acordou,era verdade,era verdade...
---------- <> -----------
1ª,de Abril.
De tantas vezes lhe falei,e ainda acho que falhei
Tanto que eu quis te mudar,esqueci de te avisar
Você sempre zombando,parecia até estar esperando
Andou até se afastando,e aguardou todo o Março passar
Pra enfim no 1º de Abril,você me deixar.

E onde foi,eu sei que sabe,mas me vale muito dizer,Luana,te amo.

Allan Bonfim.