Quem sou eu

Minha foto
...uma criatura magrela e um ser que deixa a desejar no quesito beleza; ao me ver tenho certeza que não darias nada por mim, mas ao levar um papo tenho certeza que pelo menos um dinheiro pro café,você vai dar !

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Gatos,gatas e Sílvia (madruguela)

É noite,deitado a cama,eu passo canais na televisão procurando algo interessante ou qualquer coisa que apenas faça-me rir,o tempo passa e logo a inocente meia-noite que acusavam os ponteiros,vira como num piscar de olhos,duas e meia da madruga.Eu ali,parado,esperando o sono vir,vejo um vulto longe passar lá fora,ignoro,não me permito "delírios da madrugada" tão fáceis assim.O vulto passa novamente,dessa vez um pouco mais próximo da janela,e isso sim me faz levantar.Caminho para longe da caminha em direção a janela,eu a abro e o vulto passa bem em frente a minha face,e que gata linda é.Um pêlo negro brilhante,parece coberto de óleo,ela salta ao meu encontro,como pedindo carinhos e afagos,eu não os nego,e faço. (tá agora imagina a cena,um cara com a janela aberta as duas e tantas da madruguela,acariciando uma gata preta,hahaha,merece ficar mais interessante essa história,vamos ver)
A gata me encara e,seu olhar,esquisito,parece humano,poderia até dizer que conheço esse olhar,mas não,devo tá delirando,eu a pego e levanto-a pra ver se era mesmo gata,e aí surpreendentemente:
- Qual é a dúvida rapazzzz? ELE diz com uma voz grossa,por sinal
- TÚ É GATO???

- Claro que sssou um gato,achou que era um bode,um pásssaro? imbessssil,diz com sutileza.
- E AINDA FALA??
- Ah,IMBECIL é com C,tanto na fala quanto na escrita,seu BURRO !

- Ha,tanto fazzz idiota...e já disssse q sssô um gato,não um burro,nem uma vaca...
- Não te chamei de vaca !
- É,eu sssei,tava pensssando em sssua mãe.
- Ahn?! AH GATO FILHO DA...

- Gata,por sssinal,mamãe tinha um cccharme...
- Aê,me dá um motivo pra eu não te jogar daqui agora!
- Na verdade,eu adoraria,sssuasss mãosss de repente ficaram tão insssensssíveis... (hahaha,tá um gato sacana e falante com a língua presa foi legal,mas pode ficar melhor,então voltemos aquela parte lá em cima)
A gata me encara e,seu olhar,esquisito,parece humano,poderia até dizer que conheço esse olhar,mas não,devo tá delirando.Eu a levanto e ela surpreendentemente me ataca,em frações de segundos eu me encontro caído e desacordado.Sinto um desconforto no peito,abro os olhos e lá está uma bela mulher com um vestido preto,prefiro não comentar o tamanho,ela me dá a mão e diz ao meu ouvido:
- Prometo fazer dessa a sua melhor noite,numa voz suave.
O vestido preto,meio fúnebre,me grita algo,mas confesso que naquela hora,com AQUELA na frente,não dava pra pensar em muita coisa.E com a mesma rapidez com que me atacou,safada,ela tira o vestido,num resisto e solto a piada sacana:

- Quem diria que eu passaria a noite com uma GATA,COMO VOCÊ?! (entendeu a piada suja?)
Acho que ela também entendeu,e não gostou pois após o meu grande dito,me jogou na cama e começou a despir-me,e quando eu pensei que ela iria fazer valer a falta de sono que me atingia:
- AAAAAI,TÁ LOUCA?!
A maldita começou a me arranhar,e me deu um soco,que...zzzzzzzz,é,me desacordou de novo.Quando acordei novamente a maldita desarrumava toda a minha casa (ha,nem teve muito trabalho),e por isso,ela voltou e começou novamente a me arranhar sem piedade,POR TODAS AS PARTES,a mim só restava uma coisa:
- SOCOOOORRO,SOCOOORRO,ALGUÉÉÉM PO -HAAA !!!
Senti novamente um leve aperto no peito e quando abri os olhos,lá estava Sílvia,me cutucando e perguntando se eu sofria de epilepsia,eu me levantei querendo disfarçar:

- Como é que é,tá louca cara?!
- Bem,eu entro aqui e você tá tremendo em cima da cama...e eu tô louca?
- Oras...como você entrou aqui? como conseguiu a chave?
- Helloo,você me deu a chave,baby,e trate de andar porque o rô já tá te esperando!

- ele me esperando? porquê?
- A reuniãão...
- Droga,a reunião!!!
Tratei de tomar banho e me arrumar com a rapidez da mulher-gata,e já na saída,Sílvia pediu pra me levar para a empresa no meu carro,disse que precisava treinar a recente habilitação conquistada,não vi problema,na saída da garagem avisto um gato ou gata ambos pretos e deitados no caminho,digo pra sílvia para acelerar com a desculpa de quê o carro não é muito forte em subidas de ré,ela o faz.
- PUFT,faz alguma coisa peluda no assoalho do carro,hehehe.
- Ai meu Deus !!!

- O que é?
- Acho que passei por cima de alguma coisa.
- Num liga não,é o quebra-molas novo do prédio,só pra segurança ! (miau ! ;)

Allan bonfim.

6 comentários:

  1. nossa que comediia esse texto,
    ahsuhushuahsuahsuahs'
    detesto gatos mais ateh fiquei com pena do pobre, :)
    mt divertiido!!
    parabens, bjinhos :*

    ResponderExcluir
  2. aah e obrigada pelo elogio sincero!
    Me fez e bem danado :D
    Bjão

    ResponderExcluir
  3. uauuu que texto heim!!!
    adoreeeei \o/
    muitoo criativo..

    novo quebra mola né IAUSHIUAHSIUHS

    ahh eu quero ver 2012 tbm!! deve ser muito bom..
    Beijoos

    ResponderExcluir
  4. Muito legal o texto! Adoreei. Supeeer criativo!
    Obrigada pela visitinha e pelo comentario!
    Volte sempre tá!
    Voltareei sempre aqui!
    Bjus

    ResponderExcluir
  5. se bem que eu não gosto muito de fim de ano
    não dá a maior tristeza nee...
    sei lá eu fico mal pa caramba :/
    mais o natal vai ser bom eu vou no Detonautas
    dia 24 pro 25 SAIUHISAUHIUSAH
    Beijooos

    ResponderExcluir